HAPPINESS BY INSTAGRAM#9 January

terça-feira, fevereiro 03, 2015

Há muito tempo que eu não gosto dos anos impares, correm-me sempre menos bem (digamos assim). Os dois piores anos da minha vida foram anos impares e desde ai carrego essas memórias e acho sempre que os anos impares vão ser uma desgraça. 
O começo deste ano não está a ser diferente.


Tive um primeiro mês do ano terrível, fiquei doente, aliás ficamos doentes, ele gravemente, a minha cadela Nini (que agora vivia com o meu pai) abandonou-nos, comecei a fazer uma formação numa área completamente diferente da minha o que me causou bastantes nervos e noites sem dormir.

Mas como temos que ver sempre, sempre o lado bom das coisas, este mês também teve bons momentos (poucos como podem ver, nem fui assídua no instagram, blogue, etc). 



Dias de sol aproveitados para descansar em casa. O aniversário do mano, um dia bem feliz. Matar saudades da minha princesa e conhecer um restaurante novo (brevemente no blogue.) No fim do mês soube também que fiquei seleccionada para o trabalho, ou seja uma nova aventura. 
Estou carregada de energias positivas para que Janeiro seja mesmo um mês sem exemplo. Vamos lá!

Be happy,
Ju ♡

You Might Also Like

5 comentários

  1. parabéns pela nova etapa! :) há dias e dias, há que saber dar a volta e sorrir!
    de onde é essa caneca de sonho da primeira fotografia?

    <3

    ResponderEliminar
  2. E vai correr tudo bem, linda! Este primeiro mês é sempre um mês de arranque complicado mas tenho a certeza que 2015 irá estar recheado de coisas boas e vai ser a excepção à tua regra: os meses ímpares não são assim tão maus!

    Um beijinho enorme,
    Sara Cabido | Little Tiny Pieces of Me

    ResponderEliminar
  3. Começou mal, mas com certeza irá melhorar :) E essa notícia é óptima! Parabéns pelo novo trabalho! Temos de marcar cafézinho para pôr a conversa em dia ;)

    ResponderEliminar
  4. Também tenho esses preconceitos em relação a certos números e o que é certo é que acaba sempre por acontecer o que receio que aconteça. Não seremos nós a provocar isso? Será que uma atitude já de si derrotista nos influência o dia a dia? Vamos reverter isso? :) ♥

    ResponderEliminar

Subscribe